quinta-feira, 26 de abril de 2012

Uma revista acabada


Realidade teve três fases.No fim de 1968, toda a equipe saiu. Alguns, como José Hamilton
Ribeiro, Luiz Fernando Mercadante, Myltainho não resistiram e voltaram para a segunda fase, em meados em meados de
1969. Era uma tentativa de recuperar os velhos tempos. Neste período, a tortura de presos políticos e a censura
corriam soltos, não se confiava em nenhum desconhecido. As cautelas nas matérias, eram muito maiores, embora nunca tivesse havido censura direta dentro daquela redação como existia nas outras. Havia denúncias contra gente que nunca tinha se envolvido em política, feitas apenas por vingança pessoal de alguns. É até possível, que em
alguma sala secreta, alguém lesse as cópias de matérias, já que o prazo de fechamento da revista mensal permitia.
Mesmo assim, encanto estava quebrado; a segunda fase da Revista Realidade
não deu certo. Em sua terceira fase, a empresa foi drástica. Reduziu o tamanho da revista e tentou implantar outra fórmula editorial, parecida com a da Seleções do Readers Digest.
A primeira fase, chamada fase áurea, é a que ficou para a História. Para alguns, a revista Realidade teve apenas esta, que durou até 1965. Nos primeiros tempos, Hamiltinho tinha preferência de ficar no Jornal da Tarde. Houve presença e a influência dos
dominicanos de São Paulo, em certos períodos. Houve influência também das mulheres. Em dezembro de 1968, depois de muitas brigas, tanto internamente como com a empresa, quase todos pedindo demissão. Alguns como José
Hamilton, Mercadante e etc., passaram uma temporada em redações como Veja e Jornal da Tarde, até o retorno que não deu certo. Dos fins de 1970 até 1972, as luzes de alguns andares do mesmo número da Rua João Adolfo voltariam a ficar acesas até altas horas da noite, onde um grupo de jornalistas já não tão jovens estava, de novo, muito ocupados em reformar o mundo. A revista fechou de vez em março de 1976.

por Raisa Carlos de Andrade e Fernanda Azevêdo

2 comentários:

  1. Olá!
    Qual o referencial que vocês usaram acerca da separação das fases da Realidade?
    Há um parágrafo que vocês dizem que "A primeira fase, chamada fase áurea, é a que ficou para a História. Para alguns, a revista Realidade teve apenas esta, que durou até 1965", mas a revista não foi lançada em 1966?
    respostas: natan.nael@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. O texto da Raissa copia, literalmente, vários trechos do meu texto de abertura no livro Realidade-REvista. Não tiveram a gentileza de citar o autor nem de dizer que também voltei para a segunda fase. É o jornalismo de hoje. A história completa está em nosso livro, Realidade-REvista. A primeira fase durou até 68. Os jornalista de hoje não sabem nem copiar.

    ResponderExcluir